Acervo

Publicações




Augusto Boal publicou cerca de 20 livros, sendo traduzido para várias línguas. Costumava retrabalhar os textos inúmeras vezes fazendo com que, a maioria de suas publicações resultassem de um longo trabalho de reelaboração. A quase totalidade dos títulos foi editada inicialmente em português, com exceção de Stop c´est magique, publicado em língua francesa em 1980 mas, em seguida, no mesmo ano, foi publicado pela Ed. Civilização Brasileira.


Optamos por colocar a lista de publicações separada por língua e, dentro de cada bloco, em ordem cronológica. A opção de resgatar os títulos nas sete línguas encontradas, além do português, deve-se a dificuldade de localizar as traduções, e suas respectivas datas.



Publicações Em Português




Revolução na América do Sul. (Coleção dos Novíssimos) São Paulo: Massao Hono Ed., 1960.



Arena conta Tiradentes. São Paulo: Sagarana,1967.



Crônicas de Nuestra América. São Paulo: Codecri, 1973.



Técnicas Latino-Americanas de teatro popular: uma revolução copernicana ao contrário. São Paulo: Hucitec, 1975.



Teatro do oprimido e outras poéticas políticas.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira. 1975.



Jane Spitfire. Rio de Janeiro: Codecri,1977.



Jogos para atores e não-atores. 1ª ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1977.



Murro em Ponta de Faca. São Paulo: Hucitec, 1978.



Milagre no Brasil. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1979.



Stop: c´est magique. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1980.



Teatro de Augusto Boal. vol.I: Revolução na América do Sul; As aventuras do Tio patinhas; Murro em Ponta de faca. São Paulo: Hucitec,1986.



Teatro de Augusto Boal. vol.II: Histórias de nuestra América; A lua pequena e a caminhada perigosa; Torquemada. São Paulo: Hucitec,1986.



O Corsário do Rei. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1986.



O arco-íris do desejo: método Boal de teatro e terapia. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1990.



O Suicida com Medo da Morte. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1992.



Teatro legislativo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1996.



Aqui Ninguém é Burro! Rio de Janeiro: Revan, 1996.



Hamlet e o filho do padeiro. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2000.



A Estética do Oprimido. Rio de Janeiro: Funarte, Ministério da Cultura e Editora Garamond. 2009.